Conecte-se Conosco

Campo Grande

Veja o que pode funcionar durante 7 dias na Capital

Novas medidas serão adotadas a partir de segunda-feira, 22

It News MS

Publicado

 em

Nelson R. Frantz

Há pouco saiu o novo decreto que traz as novas restrições para Campo Grande. O documento libera 34 serviços e locais que podem funcionar por 7 dias, mas com novas regras a partir da próxima segunda-feira. Todas as outras atividades estão proibidas. A lista está no fim da matéria. A proibição é dos dias 22 a 28 de março. Essas medidas ainda dependem de publicação no Diário Oficial do Município, pode ocorrer pequenos ajustes.

Em comparação ao ano passado, há apenas uma restrição em relação ao funcionamento de padarias: esse serviço não vai poder servir clientes dentro do estabelecimento, é proibido o consumo de alimentos e bebidas no local.

Ao menos uma das reivindicações do comércio foi atendida: restaurantes e lanchonetes podem atender, mas nos sistemas drive-thru, delivery e pegue/leve.

Confira a lista das atividades liberadas entre 22 e 28 de março:

  • Supermercados, centrais de abastecimentos e similares, proibido o consumo de alimentos e bebidas no local;
  • Padarias, proibido o consumo de alimentos e bebidas no local;
  • Lojas de alimentação para animais e assistência veterinária, exclusivamente para venda de ração animal e atendimentos de urgência;
  • Templos e igrejas;
  • Atividades inadiáveis relacionadas aos serviços jurídicos e contábeis, exceto de forma presencial;
  • Comercialização de combustíveis, gás e água mineral;
  • Atividade industrial de natureza contínua e manutenção necessária ao parque industrial;
  • Farmácias;
  • Serviços de Hotelaria;
  • Transporte e entrega de material comprovadamente perecível, bem como de materiais de construção;
  • Serviços públicos essenciais e inadiáveis;
  • Borracharias;
  • Assistência à saúde, incluídos serviços médicos, odontológicos (somente urgência e emergência), fisioterapêuticos e terapeutas ocupacionais e hospitalares e prestação de serviços em gestão documental para atender serviços em gestão documental para atender necessidades essenciais da área de saúde;
  • Transporte coletivo intermunicipal de passageiros;
  • Transporte de passageiros por táxi ou aplicativo;
  • Transporte coletivo;
  • Serviço de Call Center;
  • Serviços funerários;
  • Serviços de auto atendimento bancários;
  • Tecnologia da informação e data center para suporte das atividades aqui elencadas;
  • Transporte de numerários;
  • Produção, distribuição e comercialização de combustíveis e derivados;
  • Atividades agropecuárias, incluindo serviços de temporárias e permanentes;
  • Serviços mecânicos para atender as atividades aqui elencadas;
  • Comércio de peças para veículos das atividades aqui elencadas, exclusivamente por delivery;
  • Manutenção, instalação e reparos de máquinas; equipamentos, aparelhos e objetos das atividades aqui elencadas e de baixo risco;
  • Serviços delivery em geral;
  • Serviços cartoriais;
  • Serviços de Higienização, sanitização e dedetização;
  • Serviços postais;
  • Serviços em condomínios se vinculados à segurança e saúde;
  • Serviços educacionais se executados na modalidade EAD – Ensino à Distância ou educação remota.
  • Áreas de uso comum dos condomínios, exceto piscinas, saunas, esportes coletivos, salões de festa e academias de ginástica.
  • Serviços de comunicação (Imprensa)

Matéria atualizada às 17h09 – horário do novo decreto publicado no site da Prefeitura

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade