Conecte-se Conosco

Aquidauana

Toque de Recolher: confira como funciona o novo decreto no MS

Cada cidade do estado vai adotar o toque de recolher de acordo com a classificação no Prosseguir

It News MS

Publicado

 em

Nelson R. Frantz

Entrou em vigor hoje (5) pela manhã, o novo decreto que permite a reabertura do comércio e de quase todas as atividades econômicas em Mato Grosso do Sul. Depois de várias restrições, agora os estabelecimentos podem voltar a atender, com medidas de biossegurança e, cada cidade, vai funcionar de acordo com a classificação das mesmas no Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia).

• Nas cidades de bandeira verde, amarela e laranja: toque de recolher das 22h às 5h;

• Nas cidades de bandeira vermelha: toque de recolher das 21h às 5h;

• Nas cidades com bandeira cinza: toque de recolher das 20h às 5h.

Conforme o novo decreto, durante o toque de recolher de cada cidade, somente é permitida a circulação de pessoas e de veículos que estejam em trabalho. Pode funcionar: serviços de saúde, de transporte, de fornecimento de alimentos e medicamentos por meio de delivery, farmácias ou drogarias, funerárias, postos de combustíveis, industrias, restaurantes localizados em rodovias, hotéis e pousadas. Supermercados podem continuar com as portas abertas, desde que não permitam o consumo de alimentos e bebidas no local. Além disso, só é permitido o acesso de uma pessoa por família.

O comércio, que ficou fechado na última semana, reabre as portas. Os restaurantes que estavam funcionando somente com ‘take away’ ou delivery também podem voltar à normalidade e atender os clientes. Porém, é preciso ficar atento às normas de biossegurança.

Bancos e lotéricas, que também estavam fechados, voltam a atender a população a partir desta segunda em Mato Grosso do Sul.

Algo continua proibido ainda?

Conforme determinação do Governo do Estado, a realização de eventos, reuniões e festividades em clubes, salões e centros esportivos com participação de mais de 50 pessoas e sem o distanciamento social mínimo de 1,5 metro está proibida.

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade