Conecte-se Conosco

Cidades

SES divulga nota sobre vídeo que circula no WhatsApp

Vídeo começou a ser circulado no fim de semana; secretaria se pronunciou na segunda

It News MS

Publicado

 em

Em vídeo espalhado pelo WhatsApp, voz de homem questiona sobre materiais no Albano Franco - Reprodução

Muitos campo-grandenses receberam um vídeo via WhatsApp onde mostra materiais hospitalares no Centro de Convenções Albano Franco, na Capital. No material em questão, uma voz masculina questiona o Governo do Estado indagando se “estão esperando mais dinheiro do governo federal”.

Depois disso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) do MS divulgou uma nota esclarecendo que o local foi cedido pela Federação das Indústrias (FIEMS) ao governo para depositar esses materiais que são usados pelos hospitais da Capital e do interior “a medida do necessário” e para depositar camas hospitalares que foram usadas nos hospitais de campanha e que foram desativados no ano passado, “tendo em vista  judicialização do pagamento das mesmas que encontra-se em andamento”.

Leia a íntegra da nota:

“SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DE MATO GROSSO DO SUL ESCLARECIMENTO SOBRE MATERIAIS HOSPITALARES NO CENTRO DE CONVENÇÕES ALBANO FRANCO

A Secretaria de Estado de Saúde esclarece que o Centro de Convenções Albano Franco, em Campo Grande tem parte de seu espaço utilizado como depósito para EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), tanto aqueles adquiridos pelo governo do Estado quanto para os que foram doados por empresas.

Naquele local, cedido gentilmente pela FIEMS (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul) como parte da parceria de trabalho no combate à Covid-19, estão armazenados, por exemplo, aventais, máscaras, luvas, etc, que são destinados, à medida do necessário, para as demandas de hospitais e municípios, tanto da capital quanto do interior.

O Centro de Convenções Albano Franco também está servindo de depósito das camas hospitalares que foram utilizadas, no ano passado, para a montagem dos hospitais de campanha em Campo Grande (no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul – HRMS) e em Ponta Porã (Hospital Regional Dr. José de Simone Netto).

As duas estruturas foram desativadas ainda no ano passado e as camas hospitalares estão agora depositadas no espaço do Centro de Convenções, tendo em vista judicialização do pagamento das mesmas que encontra-se em andamento.

A Secretaria de Estado de Saúde esclarece, ainda, que os recursos próprios do Estado, ou mesmo as transferências do governo federal são utilizados de forma responsável e transparente, tanto que os repasses federais para tratamento da Covid-19 foram encaminhados aos municípios ou utilizados na compra de equipamentos para distribuição a unidades hospitalares no combate à Covid-19, tendo os valores ou aquisições sido amplamente divulgados por ocasião dos pagamentos.

Campo Grande, 01 de março de 2021.”

 

Confira o vídeo:

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade