Conecte-se Conosco

Brasil

Secretários querem toque de recolher nacional

Para Nelsinho Trad, deveria haver união dos gestores e vacinar toda a população

It News MS

Publicado

 em

Nelsinho Trad - Divulgação

O Conselho Nacional de Secretárias de Saúde (Conass) divulgou na última segunda-feira (1º) uma nota onde defende a adoção de um toque de recolher nacional. Sugerida pelos secretários, a medida de restrição seria adotada todos os dias das 20h às 5h, incluindo os fins de semana. Segundo o Conass, essa medida se faz necessária devido à “ausência de uma condução nacional unificada e coerente” da pandemia no país.

A nota traz duras críticas ao governo do Bolsonaro, e pede uma gestão federal que fixe padrões para os Estados e cidades seguirem. Os secretários também recomendam outras ações para reforçar o rigor das medidas, como: a proibição de eventos presenciais, a suspensão de todas as atividades presenciais de todos os níveis da educação em todo país, fechamento das praias e bares e a adoção de trabalhos remotos sempre que possível, tanto no setor público quanto no privado. Todas essas ações ajudariam a evitar o eminente colapso nacional das redes públicas e privada de saúde.

Nelsinho Trad (PSD/MS) compreende as reinvindicações e diz: “Em nenhum momento em relação à nota do Conass, eu vi uma abordagem que possa unir a todos os secretários estaduais, a todo o governo, a toda nação brasileira, no sentido de organizar uma estratégia agressiva de compra de vacinas para a população brasileira. Então, ao invés de propor um lockdown geral, onde prejuízos enormes acabará acarretando para a sociedade brasileira, porque não pegar esse prejuízo e todo mundo fazer uma corrente estrutural positiva para adquirir novas vacinas no mercado?”.

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade