Conecte-se Conosco

Brasil

Pela primeira vez, mulher trans é eleita Miss Cuiabá 2021

Concurso foi realizado na noite do dia 14 e gerou comentários negativos de parte do público nas redes sociais.

It News MS

Publicado

 em

Isabelle Castro, 27 anos, eleita Miss Cuiabá CNB 2021 — Foto: Reprodução

Isabelle Castro, de 27 anos, foi eleita nesta quinta-feira (14), Miss Cuiabá CNB 2021. Ela foi a primeira mulher trans que ganhou o título na capital mato-grossense. Agora, pretende usar a faixa e a coroa para dar voz a outras mulheres trans cuiabanas.

Isabelle Castro, 27 anos, eleita Miss Cuiabá CNB 2021 — Foto: Reprodução

Cabeleireira e maquiadora profissional, Isa – como prefere ser chamada – conta que ganhou o concurso com apoio dos amigos e da família. “Eu acredito que não tenho do que reclamar, todas as pessoas que estiveram comigo nesta batalha, provaram que são meus amigos”, disse.

Mesmo sendo a única mulher trans, no meio das outras concorrentes, Isabelle Castro afirma que não sofreu qualquer tipo de preconceito das outras meninas e nem da organização do concurso. Segundo ela, foi muito bem recebida na disputa pelo título.

A nova Miss, afirma que sua função agora é dar voz a outras mulheres trans e ajudar a combater o preconceito. “Agora, eu sou uma porta-voz de toda uma comunidade que não é minoria, mas que vive às margens da sociedade. Porque, de modo geral, a sociedade é preconceituosa, machista e patriarcal. Vou usar esse título para dar voz a essas pessoas, mostrar que podemos estar em todos os lugares por direito”, ressaltou.

Isabelle Castro conta que começou seu processo de transição com 16 anos, primeiramente escondida, depois sem ajuda de um especialista. Mas, com o título, vai buscar ajuda de um médico endocrinologista para fazer o tratamento correto e adequado ao seu caso.

Miss Cuiabá CNB 2021, Isabelle Castro e Mister Cuiabá CNB 2021 Micael Brito — Foto: Reprodução

O estudante de medicina e empresário, Micael Brito, levou o título de Mister Cuiabá 2021.

Preconceito nas redes

A página do concurso nas redes sociais recebeu uma série de ataques transfóbicos logo depois que postou uma foto dos ganhadores do concurso.

Em resposta, a página disse que todos os ataques transfóbicos contra a miss serão encaminhados à Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos e pediu investigação e punição dos agressores.

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade