Conecte-se Conosco

Campo Grande

Ortopedistas da Santa Casa trabalham há cinco meses sem receber

Profissionais autônomos pedem ação do MPMS para regularizar a situação salarial e Sinmed declarou apoio aos ortopedistas

It News MS

Publicado

 em

Arquivo

Profissionais ortopedistas da Santa Casa de Campo Grande estão há cinco meses sem receber os salários. Conforme o Sinmed (Sindicado dos Médicos de Mato Grosso do Sul), os profissionais atuam na instituição de forma autônoma e afirmam não receber o pagamento desde o final de 2020.

Diante da situação, os médicos entraram com pedido de providências no MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). Ou seja, instauraram reclamação oficial no órgão, pedindo a regularização da situação salarial.

“Eu, assim como mais de 20 médicos ortopedistas autônomos da Santa Casa de Campo Grande, estou com salário atrasado há mais de quatro meses”, disse o profissional. O registro foi feito de forma anônima e o funcionário da Santa Casa ainda justificou que é para “não haver represália”.

No entanto, ainda não existe posicionamento do grupo de ortopedistas autônomos sobre uma possível greve. “Ainda não se pronunciaram com relação à organização de paralisação”, adiantou o presidente.

Com isso, o representante afirmou que o sindicato deve pedir providências para o caso. Mesmo que os profissionais trabalhem em regime de CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). “O Sinmed vai solicitar, por mais que sejam autônomos, vamos entrar com solicitação para que a Santa Casa regulariza o pagamento salarial deles. Além disto, vamos estar à disposição para negociação, para que os mesmos possam receber”.

Acordo

Questionada sobre a situação, na última quinta-feira (11), a Santa Casa informou que apenas pagamentos de dezembro de 2020, janeiro e fevereiro de 2021 estão em aberto. Assim, afirmaram que “nesta semana, foi realizada uma reunião com a categoria e ficou acordado o pagamento da competência do mês de março no prazo e, após isso, será feito um cronograma para quitar os que estão em atraso”.

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade