Conecte-se Conosco

Cidades

Casa onde Luan Santana cresceu está à venda por R$ 280 mil em MS; veja fotos

Imóvel pertenceu aos avós do cantor, que passou parte da infância em Jaraguari, no interior de Mato Grosso do Sul

It News MS

Publicado

 em

Foto: Arquivo Pessoal

O anúncio no site de vendas online chama atenção. Está à venda a “casa mais famosa de Jaraguari”, cidade com pouco mais de sete mil habitantes, no interior de Mato Grosso do Sul. O destaque ao imóvel de fachada simples, com dois quartos, banheiros, sala, cozinha e varanda no fundo tem explicação. Foi ali, que o cantor sertanejo Luan Santana passou boa parte da infância.

“Essa casa era dos avós do Luan. Eram pessoas tradicionais de Jaraguari, nasceram e criaram aqui a família toda, aí ficou essa casa para os herdeiros. Uma das herdeiras era a mãe do Luan Santana, mas eles doaram para um irmão dela, que hoje trabalha com o Luan e mora em Londrina”, explicou o corretor de imóveis, Leandro Feitosa Ferreira, que é responsável pela negociação.

Segundo o corretor, o anúncio foi feito há cerca de dez dias, mas, de lá para cá, apareceram poucos interessados. “Foram cinco ou seis, mas é porque esse é o ritmo da cidade. O valor também está um pouco acima da média, mas estou confiante que logo aparecerá um comprador”, diz.

A casa está sendo anunciada por R$ 280 mil. Os principais atrativos são o tamanho do terreno, 12×60 metros, e ‘toda documentação em dia’. Mas o que o corretor acredita que atrairá compradores mesmo é o fato do imóvel ter feito parte da história de Luan Santana. Tanto que no anúncio tem um complemento: ‘casa onde o maior cantor da atualidade brasileira passou a infância, e seus avós moraram”.

“Quando se fala em Luan, não tem jeito, todo mundo quer saber, quem conhecer, acho que isso vai ajudar, sim”, comenta o corretor.

Emoção

Luan, de camiseta azul, no centro da imagem, ao lado dos primos, na casa que foi dos avós. — Foto: Arquivo pessoal.

Em 2013, um tour pela casa, no programa Domingão, emocionou o cantor. Na época, Luan lembrou que não chegou a morar na casa, que era de seus avós, mas passou muitos fins de semana, quando brincava com os primos pelo quintal.

O tio de Luan, Max Vick, que hoje é proprietário do imóvel, participou da gravação apresentando o quintal do imóvel e mostrou um ‘pé de manga’, onde as crianças subiam durante as brincadeiras.

Emocionado, Luan comentou: “a gente cresceu junto. A minha infância está resumida nessas imagens que ele mostrou”.

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade