Conecte-se Conosco

Campo Grande

Carreata contra ‘minilockdown’ movimenta o trânsito em Campo Grande

Concentração dos manifestantes ocorreu na Rua Antônio Maria Coelho, no estacionamento Yoted, no início da manhã de hoje

It News MS

Publicado

 em

Reprodução

O início da manhã desta quinta-feira foi marcada por uma carreata pedindo a reabertura do varejo, academias, reaberturas dos bares e restaurantes até a meia-noite. A convocação para a manifestação foi compartilhada nas redes sociais e os organizadores pediram o uso de máscara, até mesmo dentro dos carros.

Esse protesto se deu, porque a prefeitura de Campo Grande adotou medidas mais rígidas, em relação a antecipação de feriados e fechamento de atividades não essenciais, como o comércio varejista. Vários empresários fizeram parte do ‘buzinaço’.

Um comentário nas redes sociais de um médico infectologista de Campo Grande, Júlio Croda, mostrou a real situação que muitos ainda não enxergam e destacou que esse é pior momento da da pandemia.

Precisamos evoluir como sociedade. Acredito que temos que negociar ações compensatórias para o setor como corte de impostos, financiamentos e pacote de apoio com compromisso de manter os empregos. Mas não acho ético e justo com a população nesse momento que falta leitos tanto no setor público e privado organizarem uma carreta contra as medidas restritivas”, escreveu.

E ainda pontuou que é preciso que todos façam a sua parte. “Na maioria dos países foram destinados recursos públicos para manutenção de setores mais prejudicados pela pandemia no momento de colapso do sistema de saúde e todos se uniram no combate ao COVID-19. Se todos nós fizermos nossa parte, sairemos mais rápido e fortes dessa crise”, finalizou.

 

 

 

 

 

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade