Conecte-se Conosco

Política

Carlos Bolsonaro perde foro privilegiado em investigação sobre “rachadinha”

A investigação havia sido remetida à Procuradoria-Geral da República (PGR) devido ao foro privilegiado, mas agora voltará ao Ministério Público do Rio

It News MS

Publicado

 em

Flávio, Jair e Carlos Bolsonaro (Arquivo)

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que declarou inconstitucional um trecho da Constituição do Estado do Rio que dava foro privilegiado a autoridades estaduais, como vereadores, selou mais uma derrota da corte ao clã Bolsonaro.

O resultado do julgamento atingiu o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), que responde a inquérito sobre um suposto esquema de corrupção – semelhante às “rachadinhas” do irmão, Flávio – em seu gabinete na Câmara carioca.

A investigação havia sido remetida à Procuradoria-Geral da República (PGR) devido ao foro privilegiado, mas agora voltará ao Ministério Público do Rio.

O inquérito que mira Carlos Bolsonaro tem como alvo, inclusive, alguns funcionários que passaram pelo gabinete de Flávio na Alerj e do pai, Jair Bolsonaro, na Câmara Federal, em Brasília.

 

Com informações de Ancelmo Góis, no jornal O Globo

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade