Conecte-se Conosco

Campo Grande

Capital monta estratégia para evitar desperdício de doses de vacina contra a Covid

A pessoa, acima de 18 anos, precisa fazer um cadastro nas unidades

It News MS

Publicado

 em

Vinicius Bracht

A prefeitura de Campo Grande montou uma estratégia para evitar o desperdício de doses.

Para evitar o desperdício de doses, a Prefeitura de Campo Grande decidiu, no fim de cada dia, chamar quem mora perto dos postos de saúde para receber as doses que sobraram. É que, depois de aberto, cada frasco da vacina tem validade de seis a oito horas.

“A partir do momento que a gente abre um frasco dessa vacina, ela tem dez doses. Então, se a gente faz cinco, está sobrando cinco doses. A gente precisa aplicar essas cinco doses”, conta Helen Siqueira Santana, enfermeira.

Para conseguir se imunizar dessa maneira, é preciso fazer um cadastro nos postos de saúde. Qualquer pessoa acima de 18 anos pode entrar na fila. Mas, a prioridade são os idosos com doenças crônicas.

Segundo a Secretaria de Saúde de Campo Grande, mais de 2,5 mil pessoas já conseguiram tomar a primeira dose, com as sobras da vacina. Elas saíram do posto já com a data marcada para a segunda dose.

“Vamos supor que não tenha ninguém acima de 60 anos com comorbidade, existe até a autorização e esse módulo ele permite que se justifique o uso dessa vacina de qualquer um que esteja próximo da unidade”, destaca José Mauro Filho, secretário de Saúde de Campo Grande.

O Seu Jovino também se vacinou com a sobra das vacinas. Ele e a Dona Nice foram até o postinho do lado de casa. Os dois, inclusive, já tomaram a segunda dose.

“Coração bate acelerado de felicidade. Vou continuar me cuidando até quando precisar”, diz Lenice de Carvalho Athayde, aposentada.

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade