Conecte-se Conosco

Brasil

Brasil é o país com mais jornalistas mortos pela Covid-19

Foram 169 mortes registradas de abril de 2020 a março de 2021

It News MS

Publicado

 em

Divulgação
O dever do jornalista é informar. Informações verdadeiras ajudam a salvar vidas ainda mais dentro desse período horrendo que o mundo está vivendo.
O Brasil é o país que registrou o maior número de jornalistas mortos por Covid-19 no mundo. Foram 169 mortes registradas desde que a pandemia começou, em abril do ano passado. O país chegou a ultrapassar o Peru, que registra pouco menos de 140 mortes.
Os dados fazem parte do dossiê dossiê “Jornalistas vitimados por covid-19”, que mostra também que em três meses o número de mortes neste ano supera todo o ano de 2020, quando foram registradas 78 mortes de abril a dezembro. Em 2021, são 86 vítimas, 8,6% maior que no total de 2020.
Assim com os profissionais da saúde, a categoria dos jornalistas também está se sacrificando para garantir informação de qualidade para a população brasileira.
Os números são alarmantes. Hoje, os números no Brasil ultrapassam os 330 mil mortos. São milhares de famílias que choram pela perda de um ente querido.
Alguns estados já colocaram em pauta a vacinação dos jornalistas que estão na linha de frente da informação. Mato Grosso do Sul é um desses estados. O governador Reinaldo Azambuja, bem no Dia do Jornalista, defendeu a inclusão dos profissionais da comunicação como grupo prioritário para vacinação contra a Covid-19. Agora é só esperar que a aprovação venha do Ministério da Saúde.
Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade