Conecte-se Conosco

Campo Grande

‘Bosque da Saudade’ homenageará funcionários de hospital que faleceram durante a pandemia

Dez mudas serão plantadas nesta sexta (9) e nove árvores receberão placas com nomes de funcionários que faleceram no último ano

It News MS

Publicado

 em

Assessoria

O Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap) de Campo Grande, fará, nesta sexta-feira (9), uma homenagem aos funcionários do hospital que faleceram no último ano. A ação é parte da comemoração de 46 anos do hospital, que ainda anunciou que chamará o local em que as mudas serão plantadas de “Bosque da Saudade”.

Segundo a assessoria do Humap, é tradição celebrar os aniversários do hospital com festas, o que não ocorreu no ano passado em virtude da pandemia de Covid-19. Para a data não passar em branco neste ano, a equipe decidiu fazer atos de celebração da vida, que serão transmitidos ao vivo pelo facebook no perfil do Hospital Universitário de Campo Grande.

A ação mais simbólica, no entanto, será a implementação de um “Bosque da Saudade”, como forma de homenagear os funcionários do hospital que faleceram desde o início da pandemia. O bosque será implementado em uma área de gramado em frente ao Humap. A ideia é de que as árvores façam sombra na entrada da casa de saúde.

De acordo com a assessoria do Hospital Universitário, foram nove óbitos de colaboradores do hospital, sendo oito de Covid-19 e um por um câncer. Por isso, dez mudas de árvores serão plantadas: uma para cada funcionário e outra simbolizando uma homenagem aos familiares dos trabalhadores do hospital que também perderam a vida no período da pandemia.

“É uma forma de perpetuar nosso agradecimento a cada um deles. Uma árvore é algo muito positivo, já que elas começam pequenas, formam suas raízes, se consolidam no chão, crescem e geram frutos. Elas também representam pra gente o acolhimento, com a sombra, o conforto. Então acreditamos que o plantio é simbólico para agradecer a cada um que se dedicou aos trabalhos no hospital”, afirmou Cláudio César da Silva, Superintendente do Humap.

As famílias dos funcionários que faleceram no último ano deverão ainda receber uma placa de homenagem ao colaborador. Ao final da cerimônia, o hospital soltará balões de gás com sementes no interior das bexigas. A ideia é que elas estourem em áreas de mata próximas do local e germinem. Desde o início da pandemia, mais de 8 mil profissionais de saúde foram infectados com a Covid-19 no estado. Cerca de 30 morreram, segundo a plataforma Mais Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul.

Clique para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Enquete

Facebook

Publicidade